Fast Track Recovery: A Recuperação Rápida

Que mulher que não quer sentir sua aparência renovada, sua autoestima lá em cima? Mas para isso, alguns processos são exigidos, e um deles muito conhecidos é a cirurgia plástica nas mamas, mas infelizmente muita mulher desiste de fazer por achar que o pós-operatório será muito complicado, e aí que entra a Fast Track Recovery!

Afinal, o que essa técnica pode fazer por você?
O processo para fazer esse procedimento cirúrgico acaba sendo um pouco demorado, porque não é somente marcar a cirurgia.

Ele exige que você faça alguns exames também, nas mamas, exames de sangue, para ver como anda a sua saúde, depois tem todo um preparo no pré-operatório, a cirurgia então é marcada, e depois vem o tão temido pós-operatório.

O pós-operatório tem essa fama de ser extremamente difícil, mas, na verdade não é algo impossível, é preciso ter paciência e seguir a risca todos os cuidados para que o processo de recuperação acabe logo, esse processo costuma durar cerca de 30 dias ou mais dependendo do paciente, dessa forma criaram a técnica chamada de Fast Track Recovery.

Fast Track Recovery

O que é fast track recovery?

A técnica fast track recovery, mais conhecida como: A recuperação rápida promete auxiliar durante esse período do pós-operatório. Para você entender melhor, com essa técnica utilizada na mamoplastia, se você fizer a cirurgia na parte da manhã, a noite você já poderá ir para casa, incrível não é mesmo?!

Se você está curiosa para saber, essa técnica já está sendo usada em vários procedimentos, no entanto, ela é mais utilizada na mamoplastia. Mas afinal, do que se trata essa recuperação rápida? O que é preciso fazer?

Como funciona esse método?

A primeira coisa a se levar em conta é no momento da anestesia, ela será aplicada de um modo diferente, auxiliando que ao acordar o paciente não sinta dores, isso faz com que o corpo não tenha muitos traumas, facilitando assim sua recuperação. Então se a paciente fez uma mamoplastia naquele dia, ela poderá ser liberada 4 ou 5 horas depois.

Agora se a paciente não utilizar essa técnica, ela só poderá receber alta em até 24 horas depois. Outra diferença, são os movimentos, na fast track recovery a paciente no dia seguinte, já poderá fazer alguns movimentos nos braços, o que não é recomendado na prática comum.

No entanto, é importante saber que o seu médico irá te explicar exatamente como são feitos esses movimentos, não se deve fazer sem aprender antes, afinal foi feito um procedimento cirúrgico, e independente da técnica é preciso tomar vários cuidados.

Fast Track RecoveryRecomendações da recuperação rápida

Embora essa técnica seja criada, com efeito da recuperação mais rápida, é preciso seguir as recomendações que ela pede, e são elas:

  • Não ficar exposto ao sol durante um período de três meses. Para evitar hematomas, e a demora na cicatrização.
  • Fazer regularmente os movimentos indicados por seu médico.
  • Poderá voltar ao trabalho e suas atividades diárias depois de exatos três dias, mas ir voltando aos poucos, nada de fazer atividades pesadas.

Por ser uma técnica já realizada em outros procedimentos, ela promove sim resultados benéficos, e a tão sonhada recuperação rápida, desde que seguida todas essas recomendações.

Se você gostou dessa técnica, converse com seu médico, ele fará os exames necessários, e ver se ela terá efeito no seu corpo, pois o resultado dessa técnica depende não só do biotipo do paciente como também do qual procedimento ele irá fazer.

Quer saber mais sobre essa técnica? Converse com o Dr.Rummennig Albuquerque, ele irá tirar todas as suas dúvidas sobre a fast track recovery.

 

 

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *