?> Bioestimuladores De Colágeno | Dr. Rummennig Albuquerque

O Que São Os Bioestimuladores De Colágeno?

A busca pelo rejuvenescimento é algo que as mulheres e os homens estimam cada vez mais. Falando sobre as possibilidades, elas são imensas, já que muita tecnologia, incluindo a dos bioestimuladores de colágeno, tem sido desenvolvida.

Os procedimentos estéticos menos invasivos têm tomado o lugar das cirurgias plásticas convencionais, pois são mais baratos e duradouros.

Além disso, os resultados são incríveis e naturais. Conhecer mais sobre os procedimentos é fundamental para quem deseja passar por algum tratamento estético.

O que são os bioestimuladores de colágeno

Muito tem se falado sobre os bioestimuladores de colágeno como um dos melhores procedimentos estéticos. De fato, a tecnologia traz resultados altamente satisfatórios.

De modo geral, os bioestimuladores funcionam da seguinte maneira: eles causam uma pequena irritação na região da pele onde são aplicados e as células de colágeno do local, como resposta, começam a aumentar sua produtividade.

Quem é atento aos conceitos de cosméticos e beleza, sabe o quanto a substância colágeno é enfatizada como fundamental para a elasticidade da pele.

Ocorre que, com o passar dos anos, a produção de colágeno vai naturalmente diminuindo. A pele começa a se torna flácida e as rugas passam a aparecer.

Os bioestimuladores de colágeno vêm com esse propósito: aumentar os níveis de colágeno e devolver à pele textura, firmeza, maciez e brilho.

As aplicações são simples, pois são feitas com uma micro cânula bem pequena. Em apenas 30 minutos os bioestimuladores são aplicados e nos meses seguintes a produção de colágeno será potencializada.

Os bioestimuladores de colágeno podem ser substâncias diferentes?

Quando falamos de bioestimuladores de colágeno é interessante entender que não é apenas um tipo de substância que pode ser classificada como bioestimuladora.

  • Ácido polilático

O ácido polilático é uma das substâncias mais utilizadas para esse tratamento, porém não é a única. A função deste ácido é agir na região da gordura da pele, na região do maxilar e, também, no subdérmico.

A princípio, a substância cria uma tensão nos tecidos, fazendo com que eles ganhem firmeza de imediato. Com o passar do tempo, o fato de o colágeno ser estimulado durante o procedimento faz com que os níveis deste aumentem.

  • Ácido hialurônico em conjunto com o ácido polilático

Além das aplicações feitas com o ácido polilático, é muito comum que a substância seja administrada com doses de ácido hialurônico. Este último é um dos mais famosos e procurados quando o assunto é tratamento estético.

Os efeitos se prolongam e, além disso, há a possibilidade de trazer mais volume às feições.

  • Hidroxiapatita

Essa substância era muito utilizada para dar volume às regiões de estruturas ósseas. No entanto, após pesquisas foi possível constatar que a hidroapatita, quando diluída, pode ser usada para o rejuvenescimento.

Aqui, o volume na região aparece praticamente de forma instantânea, então se tornou um dos métodos queridinhos e muito procurados.

Um bom profissional é essencial para bons resultados

Os resultados dos bioestimuladores de colágeno são naturais, satisfatórios e têm uma durabilidade muito boa. Entretanto, apenas quando administrados por um bom profissional isso realmente acontecerá.

A grande procura pelos procedimentos estéticos tem feito com que muitos profissionais – com pouca ou nenhuma especialização – passassem a realizar tal procedimento.

O resultado não poderia ser outro: riscos na aplicação e resultados insatisfatórios. Por isso, é fundamental a escolha por um profissional qualificado, habilitado e experiente em tratamentos estéticos.

Para quem deseja saber mais sobre os bioestimuladores de colágeno, o site do Dr. Rummennig traz todas as informações. A agenda do cirurgião está disponível na plataforma, marque uma consulta e garante uma pele rejuvenescida.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *